Unem Informa 19

27 de novembro de 2020

Unem pede redução de ICMS a Governador de MT  

 

A Unem apresentou ao Governador de Mato Grosso, Mauro Mendes, a proposta de redução do ICMS cobrado sobre o etanol hidratado (EHC) nas operações interestaduais em reunião realizada em 4 de novembro. O objetivo do pleito é garantir atratividade ao setor e também a continuidade nos investimentos privados previstos para os próximos anos.

 

A reunião contou com a presença do secretário da Casa Civil, Mauro Carvalho, e representantes de usinas associadas à Unem, além do presidente, Guilherme Nolasco. A pauta girou em torno dos pontos de atenção do segmento, como os custos de produção e a necessidade de definição de uma política pública para incentivar a cadeia produtiva de biomassa exótica (reflorestamento).

 

Acesse o link para conferir a apresentação feita pelo presidente na Unem na íntegra: https://bit.ly/2V8W439

 

Etanol de milho assume papel estratégico na descarbonização do Brasil

 

O etanol de milho tende a ter papel ainda mais estratégico nas ações brasileiras de descarbonização a médio prazo. A constatação foi consensual entre os palestrantes da mesa redonda do TECO 2020, da qual a Unem participou.

 

 

“Abastecer com etanol é uma atitude de educação ambiental, muito mais do que uma escolha motivada por preços. Além de ser um combustível limpo, ainda tem um fator de impulsionamento socioeconômico no Brasil, porque movimenta várias outras atividades econômicas”, observou Guilherme Nolasco, presidente da Unem.

 

Em sua fala, Nolasco mostrou os principais diferenciais entre a produção de etanol de milho feita no Brasil e a realizada nos Estados Unidos. Confira: https://bit.ly/unem201117

 

Unem participa do projeto MT Conectado

 

Um grande projeto de conectividade rural – Mato Grosso Conectado – idealizado por entidades do agro de Mato Grosso foi apresentado ao Governo do Estado em 6 de novembro. A Unem participou da agenda, apoiando a iniciativa, que tem o desafio de garantir a infraestrutura necessária para que o setor privado consiga, de fato, operar de forma digital no interior do estado, otimizando a tecnologia produtiva já implantada em máquinas, plantas industriais, fazendas e propriedades rurais.

 

O projeto prevê o investimento de R$ 200 milhões em uma área de aproximadamente 10 milhões de hectares, abrangendo 104 municípios mato-grossenses e uma população de 118 mil pessoas. O estudo começou a ser formatado em 2019 e hoje conta com um grupo de trabalho ativo.

 

A meta de conectar operadoras de telecomunicações, possíveis clientes do setor privado e o poder público – que terá o papel de licitar, regular e controlar o serviço a ser prestado. Na reunião, o Governador de Mato Grosso, Mauro Mendes, se prontificou a mobilizar os executivos das operadoras para os próximos passos. Conforme o desenho final do projeto, os valores de investimento podem ser ampliados.

 

Saiba mais

Aprovado em 19 de novembro, o Projeto de Lei 172/2020, que altera a Lei Geral de Telecomunicações e a Lei do Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações (Fust), passa agora a permitir que os recursos do fundo possam ser investidos na área de telefonia móvel rural.

 

ALD Bio entra em operação em dezembro

 

A primeira etapa de produção da usina de etanol de milho da ALD Bio, localizada em Nova Marilândia, entra totalmente em operação agora em dezembro. Constituída por um pool de produtores de milho de Mato Grosso, a indústria já começa produzindo 112 milhões de litros de etanol por ano, além de 80 mil toneladas de grãos de milho secos por destilaria (DDG) destinado à nutrição animal, num investimento total de R$ 160 milhões.

 

Saiba mais: https://bit.ly/UNEM201119

 

MT Gás se aproxima da Unem

 

A Companhia Mato-Grossense de Gás (MT Gás) está buscando proximidade com o setor de etanol de milho visando desenvolver um projeto piloto para a viabilização do gás natural liquefeito (GNL) em Mato Grosso. A ideia é que o gás se torne uma alternativa de matriz energética para as usinas. A ideia foi lançada em reunião solicitada pelo presidente da autarquia, Rafael Reis, em 11 de novembro. Uma nova reunião, de foro técnico, será realizada com representantes das indústrias produtoras e técnicos da MT Gás.

 

Em busca da equiparação tributária do farelo de milho

 

Está avançando a proposta da Unem de criar um projeto de lei para equiparar o tratamento tributário dos farelos de milho aos outros produtos de origem vegetal. O tema foi assunto central de reunião realizada em 18 de novembro pela assessoria jurídica da Unem e o secretário de Estado de Fazenda, Rogério Gallo, além de técnicos da área de arrecadação da Sefaz.

 

Também foi discutida a previsibilidade de diferimento do etanol para outros fins e do óleo de milho nas operações internas. Os dois temas foram bem aceitos e as formalidade pertinentes estão em curso.

 

 

Grupo multidisciplinar enfoca intensificação da pecuária

 

A intensificação da pecuária a partir da oferta de DDG, que vem das usinas de etanol, voltou à pauta neste mês. Em 18 de novembro, a Unem se reuniu com a equipe da Secretaria de Inovação e Desenvolvimento Rural do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

 

O objetivo é construir uma metodologia para captar ativos ambientais na produção de carnes nas formas semi-intensiva e intensiva – nas quais o DDG e o DDGs são fundamentais. Está sendo criado um grupo de trabalho multidisciplinar com técnicos da Embrapa, do Mapa e do setor produtivo, do qual a Unem faz parte.

 

Alinhamento sobre reforma tributária

 

Os impactos da reforma tributária sobre o mercado do etanol de milho voltaram à pauta em reunião, no dia 23 de novembro, do grupo setorial da Unem, que reúne o Dr. Eduardo Lourenço, da Maneira Advogados, e diversos representantes de associados. Na ocasião, houve o alinhamento sobre os trâmites da matéria no Congresso Nacional e o status das tratativas junto à Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) em defesa do setor de etanol de milho.

 

Unem.Informa é uma comunicação interna dirigida aos associados à União Nacional do Etanol de Milho (Unem). Reprodução proibida. Contato: ascom@etanoldemilho.com.br