UNEM

09 de junho de 2020

Unem participa de reunião do IPA

 

No dia 26 de maio, o presidente da Unem, Guilherme Nolasco, participou de assembleia do Instituto Pensar Agro (IPA), cuja pauta teve foco central na análise e apreciação das receitas e despesas de abril de 2020. Na ocasião, foi apresentado o relatório de cada uma das comissões temáticas do IPA, que é a estrutura executiva que dá base aos trabalhos desenvolvidos pela Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA).

 

Aproximando dos investidores 

 

Uma análise do cenário conjuntural atual e das perspectivas do setor de etanol de milho para os próximos meses foi a tônica de duas reuniões do presidente da Unem, Guilherme Nolasco, com instituições financeiras. No dia 27 de maio, ele se reuniu com gestores de fundos de investimento escalados pelo Banco Safra, e em 29 de maio, com investidores convidados pelo Bradesco BBI.

 

Fiemt dá início a Conselho do Agronegócio

 

A Unem é uma das instituições convidadas a compor o Conselho do Agronegócio da Fiemt, que no dia 1º de junho realizou sua primeira reunião de trabalho. A iniciativa – que ainda está em seus primeiros ensaios – pretende criar um núcleo estratégico de agroindústria visando definir uma agenda estratégica para o setor em Mato Grosso. A meta é elaborar iniciativas setoriais e de fomento para os próximos 10 a 20 anos.

 

Instituto PCI reúne fundadores 

 

O Instituto Produzir, Conservar e Incluir (PCI) realizou reunião ordinária no dia 2 de junho e a Unem participou. Com foco em incentivar iniciativas de produção sustentável em diferentes cadeias produtivas em Mato Grosso, o PCI reuniu as entidades fundadoras para discutir temas como sua estruturação de governança, captação de investimentos e monitoramento de ações próprias e de parceiros. Além disso, a pauta da reunião abordou desafios de comunicação e houveu ma apresentação de proposta de trabalho de uma consultoria internacional para o programa Global REDD+ for Early Movers (REM – REDD para Pioneiros) – uma espécie de bonificação financeira para regiões que conseguem reduzir o desmatamento e, consequentemente, as emissões de gás carbônico.

 

Conjuntura, novos associados e campanha setorial na pauta do Conselho de Administração da Unem

 

O Conselho de Administração da Unem se reuniu no dia 4 de junho para avaliar e apreciar a situação financeira da entidade, com os ajustes necessários após a eclosão da pandemia do novo coronavírus. A pauta incluiu também uma análise sobre a conjuntura econômica mundial e nacional e seus impactos sobre o setor do etanol de milho.

 

Um dos pontos de destaque foi a análise sobre a contribuição da cadeia do etanol de milho na intensificação da produção pecuária, por meio da inclusão dos farelos proteicos (DDG, DDGs, WDG) de milho na terminação de bovinos. O principal resultado é o aumento na produção de carne em menor área, disponibilizando pastagens de baixa produtividade à agricultura. Com isso, há expansão da área agrícola, principalmente para cultivo de grãos, sem a abertura de áreas intactas de florestas e cerrado.

 

Também foi compartilhado o compromisso das entidades associadas parceiras em levar contribuições importantes à Unem, seja por meio de informações, seja facilitando o acesso a recursos tecnológicos que permitem ganhos de eficiência.

 

Outro tema debatido foi a produção de biomassa por meio de florestas plantadas. A atividade é considerada essencial para a cadeia do etanol de milho, principalmente por contribuir para a redução de passivos ambientais. Cabe à Unem apoiar políticas públicas de incentivo e segurança à continuidade dos investimentos em reflorestamento.

 

Além disso, foi aprovada uma campanha setorial em parceria com o Sindálcool visando o fortalecimento do mercado do etanol em Mato Grosso e estados vizinhos.

 

Unem.Informa é uma comunicação interna dirigida aos associados à União Nacional do Etanol de Milho (Unem). Reprodução proibida. Contato: ascom@etanoldemilho.com.br