UNEM

21 de setembro de 2021


Unem realiza 2ª etapa do planejamento estratégico, em Sinop

 

A União Nacional do Etanol de Milho (Unem) realizou nos dias 14 e 15 de setembro a 2ª reunião de alinhamento estratégico da entidade, em Sinop (MT). Este foi o primeiro encontro presencial do projeto que vai traçar a diretrizes organizacionais, políticas e institucionais da Unem. Uma nova rodada de discussões deve ser realizada antes de conclusão dos trabalhos.

 

Nesta etapa, representantes dos associados industriais e parceiros puderam apresentar sua visão e expectativas com relação à entidade. Os associados institucionais foram convidados, mas neste momento não puderam comparecer. Este foi o segundo passo do processo de alimento estratégico, precedido por uma pesquisa realizada com todos os associados.

 

“Este é um projeto de futuro para a Unem. Vamos traçar as diretrizes que vão reger os trabalhos, ações e iniciavas para fomentar o setor de etanol de milho e de seus coprodutos. É uma iniciativa que busca aproximar a entidade de seus associados e assim fortalecer sua representatividade”, explica o presidente-executivo da Unem Guilherme Linares Nolasco.

 

Participaram da reunião os diretores administrativos financeiro e comercial da Inpasa, Fernando Alfini e Flávio Peruzo, o gerente de novos negócios da FS Bioenergia Eduardo Mota, o CEO da ADL Marco Orozimbo e o diretor de vendas de processamento de grãos da IFF Mario Jose Cacho Grippa. Os trabalhos de alinhamento estratégico são conduzidos pela empresa Brandão Governança, uma referência no setor organização e de estruturação dentro agrobusiness.


Suspensão do ICMS para armazenamento de etanol no Pará segue na pauta da Unem

Mais uma reunião foi realizada pela Unem com representantes da secretaria de Desenvolvimento Econômico do Pará (Sedeme) para falar sobre a possibilidade de parceria com o estado de Mato Grosso para suspensão de ICMS para armazenamento de etanol no Pará.

O objetivo é criar um polo de armazenagem nas regiões de Itaituba e no Porto Vila do Conde e estabelecer um fluxo contínuo de etanol em “simples remessa”, sendo tributado no momento da venda, para abastecer os estados que compõem o Arco Norte e Nordeste.

Participaram da reunião representantes da Secretaria do Pará, da Unem e da associada FS Bioenergia.


Unem trata da possibilidade de participar do processo que discute ICMS uniforme par todos os Estados brasileiros

A Reforma Tributária, a reformulação do Imposto de Renda e a taxação de dividendos foram pautas de uma reunião realizada entre os associados, a assessoria jurídica e a diretoria executiva da Unem.

Na ocasião, também foi falando sobre a possibilidade da Unem participar, como Amicus Curie, da Ação Direta de Inconstitucionalidade por Omissão (ADO 68). Este processo discute o tratamento uniforme de ICMS para todos os combustíveis e unidades federativas. A assessoria jurídica da entidade vai encaminhar um Paper para esclarecer detalhes sobre essa oportunidade.


Sema e Unem se reúnem para tratar do Plano de Suprimento Susntentável

A União Nacional do Etanol de Milho (Unem) se reuniu com a secretária de Estado de Meio Ambiente, Mauren Lazaretti, para falar sobre o Plano de Suprimento Sustentável.

O objeto do encontro foi a Instrução Normativa (IN) 05 09/07/2012, que normatiza os procedimentos de análise do Plano de Suprimento Sustentável (PSS). A Unem apontou uma série de inconformidades da norma e enviou uma proposta de adequação à IN e ao Termo de Referência a ser publicado. Além da Unem, representantes do setor Associação Reflorestadores de Mato Grosso (Arefloresta) também participaram da reunião.

Existe resistência por parte do Governo com relação às adequações, mas reflorestadores e as usinas de Etanol convergem sobre a necessidade de atualizar a norma para evitar a burocratização dos procedimentos.

A Unem continuará acompanhando o tema, que será encaminhado à Câmara Técnica Florestal (CTF).


E mais:

  • A Unem também participou no dia 13 de setembro, da 5ª Reunião Ordinária 2021 do Conselho da Agroindústria (Coagro) da Federação das Indústrias de Mato Grosso (Fiemt). Os participantes debateram sobre as exportações da carne bovina para a China, em decorrência da identificação de dois animais com mal da “vaca louca” e os impactos para o setor frigorífico. Também foi falado sobre a alteração da MP 1052/2021, que trata dos Fundos Constitucionais e sobre a participação das indústrias da COP-26.

 

  • A Unem participou uma reunião com representantes das indústrias associadas e com o Serasa (Serviço de Proteção ao Crédito) para falar sobre as ferramentas disponíveis para gestão e monitoramento pelo Serasa voltadas para os contratos de compra e venda de milho. A entidade deverá receber uma proposta de serviços que será compartilhada com as indústrias para avaliar a possibilidade de parceria.