UNEM

18 de dezembro de 2020

Atuação institucional da Unem tem saldo positivo em 2020

Apesar de ser um ano desafiador, 2020 chega ao fim com saldo positivo para a Unem. A análise foi feita durante reunião do Conselho de Administração da entidade, realizada em 14 de dezembro. Na ocasião, além de deliberação de orçamento e de ações para 2021, foi feito um balanço da atuação institucional da Unem durante o ano.

A maior conquista do ano foi a redução da alíquota de ICMS cobrado sobre o comércio de etanol hidratado nas operações interestaduais – passando de 6% para 5%. A nova alíquota começou a vigorar em agosto. O período de recolhimento de ICMS passou a ser mensal, ao invés de a cada dez dias. A Unem conseguiu também alterar a metodologia de apuração do Preço Médio Ponderado Fiscal (PMPF) do etanol em Mato Grosso – que feito quinzenalmente e passou a ser semanal.

Outro ponto positivo foi o espaço institucional conquistado junto à Imprensa, órgãos públicos federais e estaduais e experts do setor de biocombustíveis. Um bom exemplo desse posicionamento foi a participação da Unem nas discussões sobre o programa RenovaBio: um manifesto do qual a entidade foi signatária defendeu a manutenção das metas de descarbonização já estabelecidas no programa. Além disso, solicitou a adequação do programa às especificidades da cadeia de grãos, visando ampliar a elegibilidade e a nota de eficiência energética das usinas de etanol de milho.

Novos associados foram prospectados ao longo do ano, resultando na associação da BASF.

 

Agenda multitemática marca dezembro

Antes do recesso de final de ano, o presidente da Unem, Guilherme Nolasco, realizou extensa agenda para manter atualizados os temas estratégicos da instituição. No dia 18 de dezembro, acompanhou a reunião do Conselho Deliberativo dos Programas de Desenvolvimento de Mato Grosso (Condeprodemat), cuja pauta incluiu o debate sobre incentivos fiscais com potencial para impactar o setor de etanol de milho no estado.

Outro tema da agenda de dezembro foi a convergência com o setor de pecuária, que tem na oferta de DDG um importante vetor de intensificação. No dia 17 de dezembro, o assunto esteve na mesa de reunião com a equipe da Secretária de Inovação do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Um grupo de trabalho está em formação com a presença de representantes de várias organizações, como a Embrapa. A intenção é desenhar um projeto de pesquisa que permita captar os ativos ambientais ativados pelo setor do etanol de milho e seus produtos.

pauta ambiental foi o eixo de agenda com a comissão de Meio Ambiente e Agronegócio da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Mato Grosso. O objetivo é criar estratégias para a reinserção de produtores agropecuários com passivos ambientais no mercado formal, via termos de ajustamento de conduta que permitam a suspensão de embargos. O compromisso contou com a presença do Ministério Público Federal em Mato Grosso (MPF-MT) e ocorreu no dia 11 de dezembro.

Dias antes (9/12), Unem, Sindálcool e Sindibio discutiram uma representação conjunta com o MPF-MT e com a promotora de Justiça Ana Luíza Ávila Peterlini de Souza.

E mais!
  • 03/12: o presidente da Unem, Guilherme Nolasco, apresentou momento atual e as perspectivas do setor do etanol de milho brasileiro no 21° Encontro “Seniors Agro”, grupo formado por executivos de grandes empresas do agronegócio.
  • 04/12: a convite de Plínio Nastari, foi realizada reunião virtual entre Datagro, Unem e Bolsa Brasileira de Mercadorias (BBM) para formar um grupo de trabalho com a meta de construir parâmetros e normatizar a comercialização de DDGs no mercado futuro, com arbitragem da bolsa.
  • 09/12: agenda com a secretária de Estado de Meio Ambiente de Mato Grosso, Mauren Lazzaretti, para acompanhamento de pleitos de associados da Unem.
  • 15/12: Assembleia Extraordinária do Instituto Pensar Agro (IPA), braço executivo da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA)

MME monitora safra 2020/21

A Unem participou em 16 de dezembro de reunião do Comitê de Monitoramento e Abastecimento do Ministério de Minas e Energia (MME). O foco foi avaliar o balanço e as expectativas de produção de biocombustíveis até o final da safra atual. O comitê reúne também representantes da Única, Mapa, Sindicom, Fórum Sucroenergético e executivos das usinas do Norte/Nordeste.

 

Reforma tributária permanece em pauta

Acompanhando permanentemente o desenrolar da reforma tributária no Congresso Nacional, a Unem reuniu seu comitê tributário para atualização do tema em 4 de dezembro. O assunto voltou à pauta no dia 8, quando a Comissão Tributária do Instituto Pensar Agro (IPA), ligado à Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) se reuniu.

 

Imprensa destaca análises da Unem

Neste final de ano, a Unem teve destaque em vários veículos de comunicação setoriais e nacionais, reforçando sua atuação institucional. Confira alguns:

 

Unem.Informa é uma comunicação interna dirigida aos associados à União Nacional do Etanol de Milho (Unem). Reprodução proibida. Contato: ascom@etanoldemilho.com.br